Detetive RPG BR
Seja Bem-Vindo !!!

Aqui se reúnem as maiores mentes criminosas e os detetives mais perspicazes em um luta entre justiça e interesse. Venha e participe das aventuras que lhe aguardam em Londres. Inscreva-se e inicie essa jornada.

Aviso: Nosso site esta passando por uma renovação, estaremos parados nesse meio tempo, caso tenha se interessado se cadastre que entraremos em contato avisando da estreia.

Administração Detetive RPG



 
PortalPortal  InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Apresentação - Hugo Crepaldi

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hugo Crepaldi
Soldado da Rainha
Soldado da Rainha
avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 28/05/2014
Idade : 27
Localização : London/UK

Ficha de Personagem
Level: 5
HP:
300/400  (300/400)
Experiência:
100/500  (100/500)

MensagemAssunto: Apresentação - Hugo Crepaldi   Dom Jul 09, 2017 9:22 am

Nome: Hugo Crepaldi


Idade: 26 anos 


Personalidade: Calmo e extremamente cordial, sempre me disponibilizar a ajudar a quem precisa. Sofro de stress pós-traumático e Flashbacks causados pela guerra. Sempre simpático, raramente sou visto em um mau-humor ou deprimido. Talvez porque use uma máscara para esconder medos e anseios.

Nacionalidade: Londres - UK

Orientação sexual: Heterossexual

Aparência Física: Vide o avatar

História:

Nasci e cresci na imensa cidade de Londres e desde criança meus pais viam em mim um futuro na carreira da medicina. Tive infância feliz, onde pude correr e brincar no bairro em que meus pais moram até hoje, subindo em árvores, explorando casas abandonadas e mostrando desde criança a minha coragem. 

Quando completei 20 anos e estava para ingressar na faculdade, uma simples carta com um carimbo oficial chegou em nossa casa. Era a convocação para lutar nos exércitos de Sua Majestade na guerra que estava se desenrolando no oriente médio. Meus pais ficaram em choque pois já haviam visto outros pais em lutos pelos próprios filhos. Eu os abracei e disse:

-Eu irei voltar.

***

As bala zunido pelo ar e o som de metralhadoras e fuzis era mais alto do que qualquer outro som que eu já havia ouvido na vida. O sol era escaldante e eu estava encostado em uma trincheira paralisado. O fuzil parecia a chumbo em minha mão e eu estava entrando em choque logo após ver a carnificina que aquilo havia se tornado. Um oficial na minha frente gritava para mim com todas as forças dos pulmões enquanto se protegia das balas:

-SOLDADO LEVANTE-SE E LUTE. ELES ESTÃO SE APROXIMANDO. FICAR PARADO AQUI NÃO VAI AJUDAR A VENCER ESSA PORRA. LEVANTE-SE E LUTE.

Eu escutava cada palavra mas não conseguia me mexer. Uma lágrima brotou e desceu pelo meu rosto. Eu estava apavorado pois tinha certeza que morreria ali e que jamais veria novamente meus pais e Londres. O sargento me deu um tapa tão forte que quase arrancou todos os meus dentes.

-SOLDADO. AGORAAAA. - Ele gritou se levantando e atirando.

Eu respirei fundo, levantei-me e comecei a atirar, a gritar e a chorar.

***

Fiquei quatro anos naquele inferno e ganhei algumas patentes até chegar a tenente. Após o fim daquele conflito, voltamos para a Inglaterra onde fomos recebidos como heróis e como se flores fossem tirar de nossas memórias todos aqueles horrores. Eu já não era mais o mesmo. 

No aeroporto abracei meus pais mas eu sabia que uma parte de mim havia morrido lá. Aluguei um apartamento em Oxford Street e mudei-me para lá. Comecei a trabalhar no quartel e não segui a carreira que meus pais tanto sonharam. Alguns meses após minha volta, os pesadelos começaram. Eu acordava gritando no meio da noite após sonhar com explosões, sangue, mutilações e mortes. Eu andava nervoso e apreensivo como se a qualquer momento uma mina fosse explodir sob os meus pés. Flashbacks me atingiam em cheio em qualquer momento do dia e quando isso começou a ocorrer me consultei e fui diagnosticado com stress pós-traumático. Me recomendaram uma terapeuta e comecei a fazer sessões.

***

Ela está sentada a minha frente fazendo anotações enquanto fala comigo. Cruzo as pernas enquanto estou sentado na poltrona e apoio o cotovelo no braço estofado e o queixo na mão fechada.

-Hugo, como foi sua semana? - Ela pergunta.

-Boa. Bem revigorante. - Respondo com um meio sorriso.

Ela pousa a caneta sobre a a agenda e diz:

-Você tem que se abrir comigo Hugo. Esse é o meu trabalho e o motivo por você estar aqui. Você tem que me contar o que aconteceu com você. 

Sons de bombas, tiros, granadas junto com imagens de corpos, trincheiras e sangue me invadem por um segundo. Olho nos olhos dela e respondo:

-Não aconteceu nada comigo.

----------------------------------------------------------------------------------

A guerra é um massacre de homens que não se conhecem em benefício de outros que se conhecem mas não se massacram.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Apresentação - Hugo Crepaldi
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Script de apresentação antes do title
» [Apresentação] Singela Dualidade - Capítulo I
» Apresentação de Break
» Grupo 1 - Apresentação da Caça ao tesouro
» Feliz aniversario hugo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Detetive RPG BR :: Geral :: Registros gerais :: Registro de ficha :: Apresentação de Personagem-
Ir para: