Detetive RPG BR
Seja Bem-Vindo !!!

Aqui se reúnem as maiores mentes criminosas e os detetives mais perspicazes em um luta entre justiça e interesse. Venha e participe das aventuras que lhe aguardam em Londres. Inscreva-se e inicie essa jornada.

Aviso: Nosso site esta passando por uma renovação, estaremos parados nesse meio tempo, caso tenha se interessado se cadastre que entraremos em contato avisando da estreia.

Administração Detetive RPG



 
PortalPortal  InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Apresentação - Victoria Tayllor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Victoria Tayllor
Detetive
Detetive
avatar

Mensagens : 75
Data de inscrição : 26/05/2014
Idade : 30

Ficha de Personagem
Level: 20
HP:
500/500  (500/500)
Experiência:
500/500  (500/500)

MensagemAssunto: Apresentação - Victoria Tayllor   Ter Jul 04, 2017 10:29 pm








Victoria Tayllor


 


Nome: Victoria Tayllor.

Idade: 30 anos.

Nacionalidade: Inglesa.

Personalidade: A quem diga que Victoria é a pessoa mais fechada que eles conhecem, mas não é isso. Com as experiências da vida ela aprendeu a se concentrar mais no racional do que no emocional, se tornando uma pessoa mais fria do que ela gostaria de ser.Ela é curiosa e concentrada no que faz, esquecendo muitas vezes o que há ao seu redor. Mas ela teu seu lado emocional atacado quando se trata da sua filha, seu ponto fraco. Como dizem, o que amamos pode nos destruir.

Orientação sexual: Heterossexual.

Aparência Física: Victoria possui um corpo comum, é alta, tem cabelo castanho longo quase liso e sempre anda com ele solto. Seus olhos combinam com a cor de seu cabelo, uma cor mel forte. Anda sempre com blusa e calça ou, em alguns casos, vestido - Vestidos sempre chamam a atenção de alguns bandidos. Opta por cores fortes como vermelho e azul-marinho desde sua transição da Espanha para Londres. Seu corpo e seu jeito de vestir, até seu jeito lento de andar, condiz com sua personalidade um pouco fria.

História:


Ano de 2010


Victoria Tayllor era só sorrisos. Com seu diploma em mãos, a única coisa que passava pela sua cabeça era em começar a exercer sua profissão de psicóloga como sempre sonhou desde a adolescência. A cada semestre de seu curso sabia que era aquilo que ela realmente queria e, ao ver seu diploma na parede de sua clínica a fazia pensar ainda mais sobre o quanto era feliz fazendo o que se foi concedido.  

Já a dois anos formada, tinha apenas alguns pacientes. Três, para ser mais exato: uma garota de 14 anos, no auge da sua adolescência; um menino chamado Carl que só estava ali para bater papo, como ele mesmo dizia; e o delicado jovem chamado Victor.

De todos os seus pacientes, era com Victor que ela mais gostava de estar. Ele tinha 18 anos, quase a idade dela, 21, e eles sempre tinham duas sessões por semana, a pedido dele. Victor tinha todas as dúvidas que todo jovem adulto tem ao se ver na encruzilhada de escolher o que quer ser. Seus pais exigiam isso dele diariamente, mas ele não tinha ideia do que fazer. Sua vida era uma bagunça, cheia de desilusões amorosas, de preconceitos, de violência...Ele usava as sessões para fugir dos ambientes que lhe deixavam para baixo. O garoto tinha tudo para ser o pior ser humano do mundo, mas as sessões o ajudavam a querer ser o melhor.

Até que seu pior lado foi mostrado, e ela sabia os motivos.

Victor assassinou seu vizinho. Ele foi preso e sentenciado por 10 anos de cadeia. Foi preso sem dizer em nenhum momento que era inocente.

Ele tinha tudo e esse tudo o fez ser o que ele é até então.

Mas isso não ficou assim. Ele foi preso pelo motivo errado, e a Victoria, movida pela sua curiosidade e pela sua vontade de saber a verdade, foi atrás do motivo certo, do qual ela sabia desde o princípio. E encontrou.

Isso não fez com que ele saísse da prisão. Ele continuava sendo um criminoso, mas ter achado a resposta fez com que Tayllor aumentasse seu desejo pela verdade. Nada mais que a verdade.

E foi assim que ela decidiu usar o que ela sabia como psicóloga e largou a carreira para virar...detetive.
 
Ano de 2012


Com dois anos de experiência, Victoria se tornou um dos mais promissores detetives da Scotland Yard. Sabia que não era a melhor, mas se sentia orgulhosa pelo trabalho que fazia. Resolvera diversos tipos de casos, muitos deles de níveis perigosos, mas conseguira. Sua personalidade forte impedia-a de desistir de qualquer caso que fosse.

Ela tinha feito a escolha certa em ser detetive. Até encontrar Z.

Z. era ardiloso, charmoso e encantador. Victoria era muito focada em seu trabalho, não tinha tempo para romances. Mas arrumou tempo para ele. E foi o maior erro da sua vida.

Em poucos meses de convivência com ele, ela ia descobrindo traços dele que não tinha percebido antes, e começara a questiona-lo. Foi assim que ela descobriu que ele era um assassino sem dó e sem coração. E quando descobriu já era tarde. Não porque ela o amava, eles se amavam, mas porque esperava uma filha dele. Decidiu manter isso em segredo.

Até que Z. sumiu. Ela iria deixar a profissão que escolhera, novamente, para ficar com ele, mas ele simplesmente sumiu, deixando para ela apenas aquela vida que estava em seu ventre.

No ano seguinte, com sua filha prestes a nascer e com a cabeça fora do lugar, Victoria decide sair de Londres, para ter uma vida sossegada na Espanha, junto a seus pais.

Tempo atual


Sua filha, Helena, estava no banco ao seu lado, dormindo profundamente. Aproveitara que ela estava quieta e estava relendo o jornal de Londres: “Série de assassinatos sem explicações ocorrem na cidade”. Era por essa notícia que ela estava ali, naquele avião. Era sua chance de voltar a sua origem.

Na Espanha ela adquirira ainda mais experiência no ramo das investigações, mas nada se comparava a um caso como esse.

Porém, algo a incomodava. A ideia de levar sua filha junto não a fazia bem, mas seus pais não estavam gostando da ideia de tê-las em sua casa, então haviam pedido para elas se retirarem. Durante esses 5 anos de estadia na Espanha, elas viviam em um apartamento minúsculo, mas viveram bem. Para onde Victoria fosse, a Helena iria, não a abandonaria como Z fez com ela ou como os pais fizeram com elas.

E lá estavam elas, a pedido da Scotland Yard, voltando para onde tudo começou. Victoria tinha esperanças de que resolveria este enorme caso logo, mas ela mal sabia que estava mexendo com os irmãos Heiselmann.
 
What I want?

----------------------------------------------------------------------------------

Victoria Tayllor
..................................................................................
Minhas falas
"Fala dos outros"
Pensamento
♠️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Patrick Jane
Detetive Mestre
Detetive Mestre
avatar

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/05/2012

Ficha de Personagem
Level: 999
HP:
999/999  (999/999)
Experiência:
999/999  (999/999)

MensagemAssunto: Re: Apresentação - Victoria Tayllor   Sab Jul 08, 2017 12:53 am

Não necessita de Aprovação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Apresentação - Victoria Tayllor
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Script de apresentação antes do title
» Cataratas Victoria
» [Apresentação] Singela Dualidade - Capítulo I
» Apresentação de Break
» Grupo 1 - Apresentação da Caça ao tesouro

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Detetive RPG BR :: Geral :: Registros gerais :: Registro de ficha :: Apresentação de Personagem-
Ir para: